Curta e Siga


Dores na Coluna e Esportes Radicais








Quem pratica esporte radicais como esqui, skate, motocross e ciclismo sofre constantemente um impacto direto na cabeça, que pode causar lesões e até uma fratura na coluna.

A coluna vertebral, por meio de suas estruturas, faz parte do mecanismo de transmissão e coordenação dos movimentos entre os membros superiores e inferiores. Essas estruturas que incluem os corpos vertebrais e suas articulações, discos, músculos, ligamentos atuam continuamente no sentido de potencializar a força a ser utilizada pelos membros, quando ocorre o posicionamento espacial do indivíduo, fornecendo suporte ao corpo quando ele é submetido a ação da força da gravidade.

A coluna, quando submetida ao esforço físico repetitivo de flexo-extensão (dobrar e esticar a coluna) numa escalada, ou ao tempo prolongado em flexão (dobrada) mantida em uma mountain bike ou por movimento de carregar mochila pesada nas costas pode desenvolver as síndromes dolorosas, ou lombalgias.

Felizmente, a maioria delas enquadra-se nas chamadas "mecano-posturais", ou seja, dores, que são um processo inflamatório localizado. Estão, geralmente associadas à pouca força e flexibilidade da musculatura lombar, ou até mesmo por um desequilíbrio entre a musculatura do tronco abdominal e a extensora lombar.

A correção destes fatores acontece com a melhoria do condicionamento físico e a orientação sobre os movimentos corretos da modalidade são imprescindíveis para que a lesão não volte a ocorrer.

Em casos de traumas torcionais, ou em quedas acidentais, nos quais os discos intervertebrais foram submetidos a grande estresse, poderão ocorrer as lesões estruturais, com fissuras de discos ou hérnias, com seus respectivos tratamentos e limitações.

Entre as lesões da coluna vertebral mais características entre os atletas destacam-se as seguintes:

– cervicalgia;
– lombalgia;
– tetraparesia transitória;
– espondilólise
– hernia de disco
– fraturas vertebrais

Por isso, é tão importante os cuidados com a coluna, além de ressaltar a moderação como palavra de ordem na tentativa de evitar problemas mais sérios. Outro aspecto importante é que cada vez mais pessoas com idade superior aos quarenta anos de idade praticam esportes e que os problemas degenerativos (desgastes) e osteoporose na coluna também contribuem em alguns tipos de lesões. Prevenir é essencial e, antes de iniciar a prática de qualquer atividade, deve-se passar por uma avaliação médica, com o objetivo de conhecer melhor seus limites e os impactos da prática esportiva para o corpo humano.



Dicas para Profissionais:
  • Programa de Certificação Completa Excelência em Coluna
  • Curso - Aprenda a tratar Lombalgias
  • Curso - Aprenda a tratar Cervicalgias com Terapia Manual

  • Nos Siga nas Redes Sociais: Twitter, Facebook, Instagram, Youtube . Adicione no grupo do Whatsapp

    Deixe seu comentário e nos marque(@Sua Saúde) pra gente ver:

    Nenhum comentário

    Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!