Síndrome de Dor Miofascial na Coluna Vertebral







https://neurologiarecife.files.wordpress.com/2014/05/miofascial.jpg

Uma das principais queixas que muitos profissionais recebem de quem tem dor na coluna são os chamados pontos dolorosos. A Síndrome de Dor Miofascial (SDM), também chamada de dor miofascial crônica, condição dolorosa que afeta os músculos esqueléticos, suas fáscias associadas, tendões e ligamentos.

Curso online de Tratamento Miofascial

A dor pode acometer um músculo ou um grupo de músculos e piora com atividade ou esforço. Além de sofrer com as dores locais ou irradiadas da síndrome, os acometidos também podem sofrer de depressão, fadiga e distúrbios comportamentais.

Essa sindrome ocorre pelo estresse excessivo sobre os músculos (movimentos repetitivos, condicionamento físico inadequado, postura inadequada, trauma, distensão muscular, estresse emocional e mesmo por roupas apertadas). Pode também estar associada a doenças como diabetes, doenças da tireóide, depressão, anemia, doença reumatológicas e neurológicas, etc.

Esta síndrome de dor caracteriza-se principalmente pela presença de pontos-gatilho nos músculos esqueléticos, suas fáscias e estruturas associadas, assim como na zona de dor referida correspondente. É muito comum essa dor se localizar nas diferentes regiões da coluna.

O tratamento da sindrome de dor miofascial consiste na identificação de fator causal e sua correção, no uso ou não de medicamentos (agulhamento, acupuntura), e na reabilitação . Por outro lado, é muito importante a identificação de vícios de postura e de movimentos durante o dia-a-dia, os quais são frequentemente a causa dessa síndrome.  O tratamento é baseado principalmente na desativação desses pontos-gatilho. Esses pontos-gatilho podem ser ativados por excesso de uso, fadiga, trauma direto, e frio. Uma vez ativada, compromete suas fáscias e estruturas associadas, assim como na zona de dor referida correspondente.

Uma vez identificado esses pontos gatilho na coluna é necessário tratamentopara a dor não piorar.


COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários:

Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!