Dores na coluna podem ser sinal de tumor no local


dores-costas-tumor

As dores nas costas estão entre alguns dos sintomas mais frequentes em pessoas de diferentes faixas etárias e podem ser causadas por múltiplos fatores, entre eles má postura, esforço físico e traumatismos. O que pouca gente imagina e que, de certa forma, preocupa é que essas dores também podem significar a possibilidade de um tumor na região.

Apesar de ficar apenas em terceiro lugar na lista das maiores causas de dores na coluna, o tumor, quando ocorre, geralmente aparece em sua forma maligna, o que exige um tratamento imediato. Além disso, como os sintomas do problema são facilmente confundidos com os de outras doenças, ele exige um diagnóstico precoce.

A dor local, formigamento e paralisia dos braços ou pernas podem levar o paciente a acreditar inicialmente em um quadro doloroso corriqueiro de problemas comuns da coluna, retardando o tratamento que deveria ser realizado para o diagnóstico do tumor.

As principais causas de tumores malignos na região da coluna são as metástases, que são originadas de tumores localizados em outras regiões do corpo, como pulmão, próstata e mamas, e que migram para as costas. Enquanto isso, os tumores benignos têm origem na própria região da coluna.

Evolução do tumor e tratamento

A evolução do tumor na região da coluna pode trazer graves sequelas ao paciente diagnosticado com o problema, como é o caso da paraplegia (perda dos movimentos das pernas) ou da tetraplegia (perda total dos movimentos dos braços e pernas). Por isso, muitas vezes a opção médica é pelo tratamento cirúrgico, que também pode ter suas complicações.

A cirurgia também tem risco de paralisia, porém ele é baixo comparando-se com os pacientes que não são operados. Portanto, de forma geral, é mais seguro operar do que não operar com relação ao risco de paralisia. Além de envolver a necessidade da cirurgia, o tratamento do tumor deve ser multidisciplinar e contar com profissionais de diferentes áreas, como o neurocirurgião, o oncologista, o nutrólogo, o fisioterapeuta, o psicólogo, a equipe de enfermagem, entre outros.

Nos casos benignos, é possível realizar a cirurgia de ressecção total da lesão, promovendo a cura da doença. Para os casos de malignidade, que não respondem às terapias ou caminham para um comprometimento funcional do indivíduo, a cirurgia é indicada para garantir a mobilidade e diminuir o quadro de dor, devolvendo a qualidade de vida ao paciente.

Apesar dos riscos que as dores na coluna podem representar, nem sempre elas são sinal de tumor no local. Por essa razão, o neurocirurgião da coluna deixa uma última mensagem. A dor é nossa amiga e por isso não é preciso entrar em pânico sem motivo aparente, mas sim observar os sinais do nosso corpo. Ao sentir que algo está em desacordo ou fora da rotina, não hesite em procurar ajuda profissional.

fonte: ID MED

0 comentários:

Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!

Gatilhos podem piorar dor na coluna

http://www.grnews.com.br/wp-content/uploads/2014/09/dor.jpg

É difícil você não conhecer alguém que já passou por uma dor na coluna. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), 85% da população sofrem ou ainda vão sofrer desse mal. Os homens são mais afetados do que as mulheres. Metade dos pacientes se beneficia com recuperação total em duas semanas e 90% dos casos apresentam remissão em seis semanas após o tratamento. E há fatos que aumentam o risco de se ter essas dores, que chamamos de 'gatilho'.


Em geral, essas dores na coluna podem ser provocadas por má postura, excesso de peso, sedentarismo, carregar peso de forma incorreta ou problemas decorrentes da rotina agitada.

Há outros gatilhos possíveis como gravidez, estresse e doenças como artrite, osteoartrose da coluna e osteofitose (bico de papagaio). Algumas vezes, o incômodo se irradia para as pernas ou braços com ou sem dormência.

A falta de condicionamento físico, consequência das facilidades da vida moderna, provoca fraqueza muscular e má postura, causas mais comuns da lombalgia. O sedentarismo ou, paradoxalmente, o ritmo intenso de atividades pode detonar a dor. Idem para o estresse emocional, responsável pela tensão muscular..

Então, para evitar ao máximo essa dor na coluna, é bom manter atenção nesses gatilhos que podem desencadear essas dores.

0 comentários:

Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!

Fatores que causam dor na coluna

Dor nas costas

Responsável pela sustentação e movimentação do corpo, a coluna vertebral une delicadeza e resistência. É delicada porque entre suas 33 vértebras passa a medula espinhal - estrutura sensível que funciona como canal de comunicação entre o cérebro e as demais partes do corpo. É resistente porque representa 40% do tamanho do ser humano e proporciona a flexibilidade e os movimentos realizados pelo corpo.

Há alguns fatores de risco que colaboram para causar dores na coluna:

  • Excesso de peso
    É o maior inimigo da coluna. Ao aumentar 10 quilos do peso adequado, o risco para a coluna aumenta em 25%.
  • Sedentarismo
    A coluna agradece a prática de exercícios. Vários fatores fazem das atividades físicas grandes colaboradoras do corpo. Entre eles: fortalecimento muscular, aumento da flexibilidade e melhora da irrigação sanguínea das fibras musculares da região dorsal.
  • Carregar peso de forma excessiva
    Apoiar bolsas ou sacolas pesadas em um só lado do corpo pode agravar as dores na coluna.
  • Cigarro
    Tem substâncias que prejudicam a circulação sanguínea. A menor irrigação dos vasos nos discos vertebrais que protegem a coluna faz com que esses percam a maleabilidade. Como sua função é absorver os impactos que a coluna sofre no dia-a-dia, é como se ficássemos sem nosso "amortecedor" natural.
  • Idade
    É o único fator de risco que não pode ser alterado. As pessoas com mais de 60 anos têm mais chances de sofrerem de dores na coluna. O que pode ser feito é desenvolver a consciência corporal ao longo da vida.
  • Falta de consciência corporal
    Saber como levantar da cadeira e da cama, como se sentar adequadamente, como se vestir e até escovar os dentes e cortar os alimentos fazem parte da consciência corporal.
  • Reeducação Postural
    Adotar hábitos de vida saudáveis, como praticar atividades físicas, manter o peso adequado e não fumar colaboram para a saúde da coluna. Entretanto, boa parte das dores é causada por problemas de postura incorreta. Nesses casos, além dos hábitos saudáveis é preciso se valer da reedução postural.

0 comentários:

Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!