Curta e Siga


Entenda como diminuir as dores na Coluna





Olá! Tudo bem? Esse blog faz parte da Chakalat.net e esse post fala sobre Entenda como diminuir as dores na Coluna.

Curso de Terapia Manual no Reequilibrio do SNA - CampCursos

Fisioterapeuta que sou, a questão de como acabar com dor na coluna vertebral foi que mais enfrentei na vida profissional. Tanto na clinica quanto em reuniões sociais. Se eu tivesse uma fórmula mágica, com certeza seria uma mulher rica.


O fato é que a gente tomar cuidado para que as dores na coluna não afete a nossa qualidade de vida e isso é importante demais. Geralmente, você ou qualquer paciente só procurará algum profissional para melhorar esse quadro quando afetar a sua qualidade de vida.


Então, ao falar de diminuição de dores na coluna, é importante sempre ter em mente fazer uma relação com qualidade de vida.


A dor na coluna na maioria das vezes não é grave, sendo principalmente devido à má postura, esforços repetitivo e sedentarismo. Porém, quando é muito forte, atrapalha na realização das atividades do dia a dia ou quando não passa ao longo do tempo, é importante ir ao médico para que sejam feitos exames e os sintomas sejam avaliados e, assim, possa ser identificada a causa e iniciado o tratamento adequado.

Principais causas

A dor no final da coluna normalmente não é grave, podendo ser facilmente solucionada com repouso, sessões de fisioterapia e uso de medicamentos anti-inflamatórios, por exemplo. As principais causas de dor no final das costas são:
1. Lombalgia

A lombalgia corresponde à dor no final da coluna que pode ser acompanhada ou não de dor nas pernas ou glúteos que pode durar menos ou mais de 1 mês. A lombalgia pode ser causada por má postura, mal jeito nas costas, sedentarismo, infecção local ou até mesmo tumor.

O que fazer: No caso da lombalgia, o tratamento pode ser feito com o uso de medicamentos, como relaxantes musculares e anti-inflamatórios, por exemplo, sempre com orientação médica. Pode ser recomendado também fisioterapia para fortalecimento da musculatura e redução da dor. Confira no vídeo a seguir algumas estratégias caseiras contra dor nas costas:

2. Inflamação do nervo ciático

O nervo ciático tem início no fim da coluna e, quando inflamado ou comprimido, pode causar dor intensa no fim da costas, além de dor no glúteo e pernas. A inflamação do nervo ciático pode causar além da dor dificuldade para manter a coluna ereta e abaixar e dor ao andar.


O que fazer: Ao notar os primeiros sintomas de inflamação no nervo ciático, é importante consultar um ortopedista para que seja feito o diagnóstico e possa ser iniciado o tratamento, que pode ser feito com o uso de anti-inflamatórios para aliviar os sintomas, além de sessões de fisioterapia para reduzir a dor, inflamação e fortalecer a lombar e, assim, melhorar a qualidade de vida.

3. Esforço repetitivo

A prática de atividades repetitivas e que envolvem a região lombar, como andar de bicicleta ou abaixar muitas vezes durante o dia, podem provocar inflamação dos músculos e ligamentos da região, resultando em dor no final da coluna.

O que fazer: No caso de dor no final da coluna devido ao esforço repetitivo é indicado ficar em repouso e, caso necessário, tomar medicamentos anti-inflamatórios, como Diclofenaco, por exemplo, para aliviar os sintomas. No entanto, caso a dor não passe mesmo com o uso de anti-inflamatórios, é importante ia ao ortopedista para que seja investigada a causa da dor.

4. Má postura

A má postura é uma das principais causas de dor no final da coluna, isso porque a postura incorreta ao sentar, por exemplo, pode causar uma pressão muito grande no cóccix, resultando em dor lombar.


O que fazer: Caso a dor no final da coluna seja resultado de má postura, pode-se levantar ao longo do dia para alongar e fazer uma leve massagem no local da dor. Além disso, é importante corrigir a postura para evitar mais dores ou o surgimento de outros problemas.
5. Hérnia de disco

A hérnia de disco acontece quando o disco intervertebral sai do local, levando à compressão dos nervos da região e resultando em dor na região lombar. Além da dor no final da coluna, pode haver dificuldade para andar e se abaixar, fraqueza das pernas e até mesmo alteração no funcionamento da bexiga devido à compressão dos nervos locais.

O que fazer: Quando houver suspeita de hérnia de disco, é importante ir ao ortopedista para que seja feito o diagnóstico por meio da avaliação dos sintomas e de exames de imagem, como o raio X. Além disso, é importante realizar sessões de fisioterapia para melhorar a qualidade de vida da pessoa.
6. Cálculo renal

O cálculo renal tem como principal sintoma a dor aguda no final das costas, mais precisamente na região lateral, que surge devido à presença de pedras nos rins que provocam inflamação e obstrução do fluxo de urina nas vias urinárias. O que fazer: Caso surjam sintomas característicos de crise renal, é importante consultar um nefrologista para que se possam fazer exames para identificar a presença das pedras e seu tamanho para que possa ser definida a melhor forma de tratamento. No entanto, para evitar a formação de pedra nos rins, é importante ter hábitos de vida saudável, com uma alimentação balanceada e a prática regular de exercícios, além de beber pelo menos 2 litro de água ao longo do dia.

algumas dicas de como proteger nossa coluna lombar no dia-a-dia e para aumentar a nossa sensação de bem-estar.
1) Mantenha a boa postura da coluna

Falando da coluna lombar possui uma curvatura natural que chamamos de lordose, que se caracteriza por ser uma leve concavidade nas nossas costas. Manter a "posição neutra" nada mais é que manter essa curvatura na realização de nossas atividades diárias. O contrário de manter essa posição neutra seria o de arredondarmos a coluna, de forma similar a que acontece quando inclinamos nosso corpo à frente.

E o que faz da posição neutra da coluna a ideal? Nessa posição há uma maior estabilidade da coluna, os músculos estão numa posição em que uma contração leve pode manter a posição adequada de suas vértebras, os ligamentos estão protegidos pois não estão excessivamente esticados e o disco intervertebral (estrutura que se localiza entre as vértebras, funcionando como um absorvedor de impacto) fica protegido de uma possível herniação, como a temida e dolorosa hérnia de disco

Durante as diversas atividades diárias é recomendado que mantenhamos a posição neutra da coluna, seja ao carregarmos ou empurramos um objeto ou ao nos inclinarmos à frente, seja em outras atividades, para que mantenhamos nossa coluna em ótimas condições.
2) Carregue objetos próximos ao corpo

"Levantar-se de tempos em tempos ao se trabalhar sentado é essencial para diminuir a sobrecarga na coluna."

Ao carregarmos objetos, especialmente objetos pesados, quanto mais próximos os mantivermos de nosso corpo, menor será a força que teremos de fazer, e menor será a carga que será imposta nossa coluna lombar. Como exemplo, pegue uma mochila e segure-a com o braço esticado, e então dobre o braço e veja como fica mais fácil, tanto para o braço quanto para as costas.


3) Sente-se de maneira correta

Sentar-se com os quadris e joelhos dobrados a 90º é popularmente conhecida como "a maneira correta" de se sentar. Entretanto, não é realmente a ideal. Isso porque nela perdemos a curvatura natural da coluna lombar, a lordose que falamos no item um.

Para mantermos essa saudável curva da coluna é necessário que o ângulo entre nossas coxas e nosso tronco seja um pouco maior que 90º. E como conseguir isso? Colocando um apoio embaixo do bumbum, de forma que a altura de seu quadril esteja levemente acima da altura de seu joelho. Um travesseiro dobrado é a melhor aposta. Isso ajuda a manter a posição neutra da coluna lombar e assim ela estará mais protegida e você, mais confortável.




4) Quando trabalhar sentado execute intervalos

Levantar-se de tempos em tempos ao se trabalhar sentado é essencial para diminuir a sobrecarga na coluna. Após ficar alguns segundos em pé, alongue-se, esticando o corpo para cima e para trás, respire fundo. Procure evitar a inclinar o tronco à frente (isso sobrecarrega a coluna de forma semelhante a se você estivesse sentado). Você pode até associar o levantar com atividades próprias do trabalho ou do dia-a-dia, tais como atender ao telefone.


5) Mantenha o condicionamento físico

"Mantenha o bom condicionamento de sua musculatura das costas e do abdômen. Com o corpo todo fortalecido sua coluna estará ainda mais protegida"

Mantenha o bom condicionamento de sua musculatura das costas e do abdômen, mas não negligencie o resto do corpo. Com os glúteos, coxas, pernas e braços fortalecidos sua coluna estará ainda mais protegida de possíveis problemas. Outra importante dica é tentar manter uma boa flexibilidade do corpo.
6) Evite dobrar a coluna logo após acordar

Ficar de pé e nos inclinarmos para frente, ou então abraçarmos nossos joelhos enquanto deitados são exercícios contra-indicados quando acabamos de acordar. E por quê? Por uma razão simples. O nosso disco intervertebral, quando ficamos deitados ou muito tempo sem nos movimentar, tende a acumular líquido em seu núcleo.

Se dobrarmos nossa coluna a frente quando muito líquido está no disco, a pressão contra o disco será grande, e assim correremos o risco do líquido romper o disco, causando uma hérnia. Se pretendermos realizar tais exercícios, devemos aguardar cerca de uma hora após termos levantado, pois o movimento do corpo vai ajudar a bombear o líquido "em excesso" e assim deixar o disco mais protegido.


7) Em caso de dor, procure um profissional

Caso você esteja sentindo alguma dor em sua coluna lombar, procure um especialista. As dores lombares podem ter diversas origens. Identificar o que realmente está acontecendo é fundamental para o tratamento adequado. Hérnias de disco, vértebras mal posicionadas, tensão muscular, são apenas algumas das situações que podem originar dores nas costas. A procura de um profissional é essencial para que ele possa realizar um tratamento adequado ou lhe encaminhar para o profissional apropriado.

 

 Publicado em 02/12/14 e revisado em 27/10/20


Espero que você tenha gostado da nossa abordagem.

Se você for profissional da saúde, conheça a página que a Quero Conteúdo oferece com materiais gratuitos. Clique aqui .
Você também pode ter informações sobre Cursos Online para Profissionais da Saúde clicando aqui!

Se você quiser receber notícias sobre saúde em geral, entre nos grupos do Whatsapp e no grupo do Telegram.

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário

Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!