Pilates ajuda a prevenir e a tratar a dorsalgia







http://www.priorisaude.com.br/painel/wp-content/files_mf/saude_pilates_getty20120619021015.jpg

Agir de forma preventiva e sempre melhor do que agir de forma curativa.  prevenção sempre é melhor. Se formos pensar em problemas de coluna então... Procurar ativdades físicas que fortaleçam essa região pode ajudar o aparecimento de dores na coluna, especificamente a Dorsalgia.

A dorsalgia  pode ser proveniente dos músculos, nervos, ossos, das articulações ou de outras estruturas ligadas à coluna vertebral; pode ser constante ou intermitente; localizada ou difusa; em picada ou ardor. Pode deslocar-se pelo braço e pela mão ou pela parte superior das costas, ou pela perna e pelo pé ou incluir fraqueza e dormência. Mas uma coisa é certa, a dor nas costas é uma das queixas mais frequentes.

Crises agudas de dorsalgia (e de lombalgia) são as principais causas de afastamento do trabalho e podem estar ligadas principalmente à má postura e ao sedentarismo.

O especialista destaca que a espinha dorsal é uma complexa rede que liga nervos, articulações, músculos, tendões e ligamentos. Grandes nervos que se originam da espinha e vão até as pernas e braços podem espalhar dor para as extremidades. A dor nas costas pode ser experimentada mesmo sem nenhum problema anatômico aparente. O objetivo do Pilates no tratamento da dor nas costas é reduzir a intensidade da dor, restabelecer as atividades normais, ajudar a lidar com a dor residual e com os efeitos colaterais da terapia convencional.

A  maioria dos exercícios de Pilates fortalecem os músculos necessários para dar suporte adequado à coluna e facilitam a conscientização sobre o que realmente é a postura correta. Mas fazer apenas os exercícios de Pilates não é o suficiente. Se a pessoa quer melhorar sua postura e curar as dores nas costas, deve incorporar o exercício na sua rotina diária. É necessário manter a coluna com as curvaturas normais e a contração abdominal nas atividades diárias. Dessa forma perceberá mudanças nas costas, na postura e no bem-estar.

Essa percepção é o caminho para que haja se evite as dores em dorsal e que uma melhora da qualidade de vida.



COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários:

Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!