Por que as mulheres sentem mais dores nas costas?








"O salto alto obriga a mulher a ficar na ponta dos pés e isso deflagra por todo o corpo um caminho de desbalanço", afirma o especialista

Sabe-se que as mulheres são mais predispostas a algumas doenças reumáticas em função da sua natureza genética, mas o que muitas não sabem é que o uso freqüente do sapato inadequado pode piorar em muito os problemas, como dores nas costas e joanetes.

O reumatologista, membro da Sociedade Brasileira de Reumatologia, Dr. Carmo de Freitas, explica a relação do sapato com esses problemas. "O salto alto obriga a mulher a ficar na ponta dos pés e isso deflagra por todo o corpo um caminho de desbalanço", afirma o médico, explicando que existe, no corpo humano, um alinhamento, citado como balanço sagital, em que as estruturas trabalham de forma harmoniosa e adequada.

Ainda segundo o especialista, quem usa salto muito alto tem a tendência de levar joelhos e quadris para trás, o que acaba mexendo com o alinhamento da bacia, que repercute na posição da coluna.

O sapato adequado

Dr. Carmo de Freitas explica que o sapato adequado é aquele que deixa a planta do pé totalmente apoiada e confortável no chão, permitindo, assim, que o corpo distribua melhor seu peso. "Não adianta somente o sapato ser baixo. É preciso que ele permita segurança e conforto ao corpo em movimento", reforça.

As famosas rasteirinhas, por exemplo, precisam estar firmes aos pés. "Muitas destas, assim como as sandálias com o salto Ana Bela, deixam os dedos do pé comprimidos, fazendo com que a mulher precise quase carregar o sapato, tornando-o um peso a mais e não um suporte como deveria ser", acrescenta Dr. Carmo.

Assim, a dica do reumatologista é aproveitar a beleza dos diversos tipos de sapatos de forma inteligente, sem prejudicar sua saúde. "Isso tudo não significa que o uso destes sapatos esteja vetado para sempre. Desde que não tenham problemas prévios, as mulheres podem até usar calçados desse tipo, se for de seu interesse, mas não por tempo muito prolongado", orienta o médico, que sugere às mulheres ter sempre um sapato confortável dentro do carro para o descanso dos pés entre um compromisso e outro.

COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários:

Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!