Exercícios de trocas de postura ajudam a combater dores nas costas







Quando somos crianças não temos vergonha de fazer inúmeras posições e nos movimentamos naturalmente. Espreguiçamos, rolamos, agachamos, deitamos e levantamos com uma alegria invejável. Entretanto, ao passo que envelhecemos e nos tornamos adolescentes, jovens e adultos, cada vez mais esquecemos desses movimentos, e fiamos grandes períodos ou sentada ou deitada. Se pararmos para pensar uma pessoa que não tem uma vida ativa, onde sua atividade profissional é na postura sentada, seria mais ou menos assim: acorda, um pouco de movimento para se arrumar. Para tomar café sentado; no carro sentado; e no trabalho; e na hora do almoço? Sentado...e assim por diante. 

Se você é uma dessas pessoas, aqui vai mais uma opção para alegrar o seu corpo com trocas posturais. Como o próprio nome diz, sair de uma para a outra postura, com um movimento natural que o corpo já sabe fazer. Deitar, rolar, sentar, e ficar em pé. Estas simples trocas podem auxiliar no inicio de um programa de treinamento, e ajudar você a melhorar seu bem-estar seu condicionamento físico. 

Inicie desta forma:

1. Deitado no chão de costas com pernas(membros inferiores em extensão), role para a direita ou esquerda e sente com o apoio das mãos e fique de pé. Volte para o chão pelo mesmo caminho que ficou em pé. Repita cinco vezes esse procedimento de cada lado.
2. Deitado idem acima, dê um impulso e sente utilizando os membros inferiores e abdome; vire para um dos lados e faça a transferência para ficar em pé. Também repita cinco vezes de cada lado.
3. Assim como nos exercícios anteriores, é preciso ficar deitado. Role para o lado e fique de barriga para o chão; passe para a postura de gato; ajoelhe e coloque uma das pernas na frente e fique em pé; volte para o chão pelo mesmo caminho. Repita para o outro lado. Faça isso cinco vezes.

É muito simples. Experimente e perceba a quantidade de músculos que são trabalhados durante esses exercícios. Você pode iniciar com o exercício número um, dia sim e outro não. E após quatro semanas acrescente a sequência número dois e após mais quatro semanas acrescente a três. E pratique por três meses alternadamente. E depois você pode alterná-las durante a semana. Você pode aplicar outros treinamentos em conjunto com estas trocas. Exemplo: antes da caminhada, da corrida ou do seu treinamento de força. 

 Eles são excelentes para quem está com baixa disposição ou até mesmo cansado do mesmo treinamento de rotina. Para atletas pelo menos uma vez por semana fará a diferença no programa de treinamento de rotina. Um antiestresse natural, ideal também até para os papais e as mamães brincarem com os filhos de qualquer faixa etária sem ficar com dor nas costas.

Fonte: MSN Saúde


COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários:

Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!