Dor crônica na coluna








A dor crônica geralmente não é diagnosticada até que você tenha tido regularmente há mais de seis meses. Até pode ser uma espera, para você que está sentindo a dor, desnecessária, porém a dor crônica não é uma condição fácil de diagnosticar.



Até se encontrar uma causa para a dor, tem de haver muita observação. E essa observação só poderá ser eficiente se houver uma observação do que se fez para a dor começar e/ou piorar. Eliminar potenciais doenças e distúrbios podem ajudar a entender da onde a dor vem, mesmo que a verdadeira fonte não seja descoberto. Isso pode tornar o tratamento da dor mais eficaz.


Leia também:
Como é causada a Meningite
Saiba mais sobre a depressão infantil
Maconha tem efeitos menos nocivos que o álcool
Quiropraxia: conheça as vantagens e as desvantagens da terapia
5 cuidados para evitar lesões no Pilates
No Youtube 12: Protocolo ´P.R.I.C.E'


Com o tempo, o médico irá realizar uma série de testes diferentes, que podem incluir exames de sangue, de imagem e análise da inervação. O que ele realiza testes depende de onde a dor está localizada e que ele suspeita que está causando isso, além de seus sintomas outros.

Se a dor crônica é na região de coluna, o médico irá realizar testes para determinar se a causa é uma desordem do tecido, como uma lesão muscular ou uma fratura, ou se é causado por dano do invervação, como uma hérnia discal.

Raios-X pode detectar lesões nos ossos e tecidos densos.
Ressonância magnética pode revelar danos aos ossos, bem como os tecidos mais macios como os músculos, ligamentos ou tendões.
Tomografia Computadorizada fornecer detalhes mais precisos do que um raio-x, e pode ser usado para examinar as áreas com problemas mais de perto.

Boa sorte!

Você já acessou o blog
Hernia de Disco hoje?

COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários:

Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!